17 de Março dia de Unificação da Itália




















A Itália, era uma península dividida em vários reinos e só veio a unificar –se em 1861, com data de comemoração a 17 de Março, em um processo liderado pelo reino de Piemonte Sardenha, localizado ao Norte da Itália.
O Reino de Piemonte Sardenha era o mais forte economicamente, tendo a faixa central e Sul da Itália reinos pobres e pouco desenvolvidos e alguns destes reinos eram governados por famílias reais da Áustria e pela França de forma ditatorial.
Em 1859, com apoio de movimentos populares liderados por Gioseppe Garibaldi e com apoio Francês os Piemontes entraram em guerra contra o Império Austro-Húngaro, do qual saíram vencedores.
Em 1860 ainda com apoios populares, Piemente anexou os reinos papais da Toscana, Modenna, Parma e Romagna além das Sicílias do Norte e do Sul.
O primeiro Rei da Itália unificada foi Vitor Emanuel II.
Em 1866 foi a vez da anexação de Veneza que era governado pela Áustria.
Independentes de 756 a 1870, os Estados Pontífices, cuja Capital era Roma, foi conquistado por causa do abandono militar francês a Roma, por causa da guerra entre França e a Prússia, quando a França precisou dos militares que protegiam Roma para participarem da guerra contra a Prússia.

Uma vez conquistada faltava o reconhecimento pela Igreja do Estado único italiano, o que só foi ocorrer em 1929 através do Tratado de Latrão, liderado por Benito Mussolini, ditador italiano e o Papa Pio XI. Em troca foi criado o Estado do Vaticano e a Itália indenizou a Igreja pelos territórios perdidos.
Fora a insanidade do ditador Benito Mussolinni que apoiava Hitler e seu movimento nazista, a Itália vive no subconsciente dos brasileiros. Os brasileiros são um pouco italianos e cultivam certa simpatia pela terra de Roberto Benigni, diretor do maravilhoso filme A Vida é Bella.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Família Cota, Cotta, sua origem

Como fazer a barba da melhor forma

A Caridade Segundo Paulo de Tarso