Família Cota, Cotta, sua origem




























Veja a origem da família Cota, Cotta, e de vários outros sobrenomes;


Família Cota ou Cotta
Esta família procede da freguesia de Santa Bárbara, situada na Ilha dos Açores, Portugal http://assisbrasil.org/acores.html . O tronco português da família se chamava Pedro Cota de Malha, da Ilha Terceira. Seu filho, o guarda-mor João Pedro Cota Vieira veio para a província de Minas Gerais em meados do ano 1700, onde, depois de ter abandonado a função que exercia na Intendência do Ouro, em Villa Rica, dedicou-se ao comércio e à lavoura. De João Pedro Cota Vieira e sua esposa Tereza Teixeira Sobreiro descendem:
- Sebastião Pedro Cota, pai de Manoel Reis Cota (Neco Reis) e de Antônio Sérvulo Cota (Nhô Nico);
- Protásio Pedro Cota pai de Manoel Martins Cota (Neco Martins);
É numerosa a descendência desta família em Dom Silvério, Belo Horizonte, Ponte Nova e Rio de Janeiro. Seus descendentes muito se destacaram na política e no desenvolvimento de nossa comunidade, como: médicos, advogados, farmacêuticos, professores, fazendeiros, agricultores e em muitas outras atividades comerciais e industriais.
José dos Reis Cota descendente de Manoel dos Reis Cota casado com Claudina Carneiro foi o primeiro médico nascido em Saúde e Antônio Viçoso Cota, filho de Manoel Martins Cota casado com Rosalina Carneiro, além de médico, foi por duas vezes prefeito de Dom Silvério: 1948 a 1951 e 1955 a 1959.

Comentários

Anônimo disse…
Cotas existem hoje no norte de Italia, sobretudo na zona de Torino, Espanha, Portugal e na Ilha Terceira - Açores.
O actual vice-presidente da Camara de Angra do Heroísmo (Açores), é dessa familia.
Dos Açores passaram ao Brasil e à Califórnia.
Carlos Cotta disse…
Que bom.
Os laços familiares, o sangue que corre nas artérias, algo que a distância e a falta de convívio, jamais conseguirá apagar.
A tecnologia nos permite esta dádiva, de conhecermos nossos caminhos e nossas origens.
Algum dia, estaremos nos revendo.
Abçs
Carlos Cotta
Carlos Cotta disse…
Segue endereço eletrônico de Angra do Heroísmo. Muito legal.
http://www.cm-ah.pt/showPG.php?Id=9

Carlos Cotta
Anônimo disse…
meu nome È marcos antonio cota queria tirar uma duvida se temos parentesco ou nÂo. nasci em BH
Carlos Cotta disse…
Marcos, sou mineiro.
Minha família é da região de Dom Silvério,precisamente Sem Peixe.
Os Cottas dali da região são todos parentes.
Região de Dom Silvério, Alvinópolis, Ponte Nova, Ouro Preto.
É do mesmo ramo familiar.
Hj moro no Paraná, mas a família está toda ela aí na região.
Abçs
Anônimo disse…
Carlos, sou de Cataguases. Meu pai era da Ilha Terceira de Açores e seu sobrenome é Cotta. Veio para o Brasil no final do século XIX. Como sou filha única e papai morreu quando eu era muito pequena, não tive contato com nenhum Cotta residente no Brasil ou fora dele, mas sei que duas irmãs do papai foram para a Califórnia, daí o meu interesse em conhecer um pouco mais da família Cotta. Quem sabe não encontre alguém da mesma família?

Helena (Cotta de Meneses)
Anônimo disse…
Carlos, sou de Cataguases. Meu pai era da Ilha Terceira de Açores e seu sobrenome é Cotta. Veio para o Brasil no final do século XIX. Como sou filha única e papai morreu quando eu era muito pequena, não tive contato com nenhum Cotta residente no Brasil ou fora dele, mas sei que duas irmãs do papai foram para a Califórnia, daí o meu interesse em conhecer um pouco mais da família Cotta. Quem sabe não encontre alguém da mesma família?

Helena (Cotta de Meneses)
Carlos Cotta disse…
Olá Helena, que bom nos encontrarmos por aqui.
Você viu nos posts que tem uma pessoa, da ilha dos Açores que postou informações no blog.
Inclusive peljo jeito fala da sua família na Califórnia.
Dê uma conferida.
Dom Silvério e Alvinópolis fica perto de Cataguases. Ali tem muitos Cottas.
Tive um grande amigo aí de Cataguases que foi morar em Ipatinga e trabalhava na CEMIG, isto foi entre os anos de 1976 a 1979.
Ele era muito brincalhão e contador de piadas.
Abraços
Anônimo disse…
Carlos, seria possível colocar-me em contato com a pessoa de Açores? Desde já, obrigada. Helena (Cotta de Menezes)
Anônimo disse…
Gostaria de saber se conhece algum descendente de Manoel Teixeira da Silva Cotta, nascido no Porto, Portugal, a 12/04/1847 e falecido no RJ, em 07/07/1900. Foi diretor do jornal O PAIZ.
Carlos Cotta disse…
Tem novidades sobre os COTTA. Vejam em meu blogger...Abçs.
Carlos Cotta
Mariana Cota disse…
Ei, tem Cota das ilhas dos Açores aqui em Barbacena-MG! Eu, minha mãe, minha tia e minha prima! ;D Talvez sejamos parentes e não sabemos!
Anônimo disse…
Mariana, tem até um link aí no blog que remete para a ilha dos Açores. Recebi uma mensagem aí do presidente da camara de lá.
Abraços.
Sou daí de perto.
Sem Peixe,próximo a Ponte Nova.
Hoje moro em Maringá no Paraná.
Carlos Cotta
Anônimo disse…
Pessoal, eu também sou COTTA. Meu nome é Sebastião Cotta Lima, sou Advogado, nascido em Rio Piracicaba - MG e minha família é de Dom Silvério - MG. Temos um livro com a história dos Cotta no Brasil, desde o primeiro que aqui chegou. Pelo que me recordo, o nome dele era Manoel Pedro Cotta, atuava como um Secretário do Tesouro / Ministro das Finanças do Governo Português no Brasil, responsável pelo recebimento do dízimo cobrado na produção de ouro e de pedras preciosas na região de Mariana e Ouro Preto. Depois, largou o cargo e dedicou-se ä administração de suas terras, que ia de Santa Bárbara a Mariana e de Barra Longa a Caeté, era uma Sesmaria. Construiu a Sede da Fazenda em Alegria, onde hoje é um Museu, parece-me, pertence a VALE. Apenas para que saibam, a maior parte das terras do "CARAÇA", foi doada por nosso antepassado COTTA, aquele de que falei acima. Há muitas histórias bonitas deste COTTA.
Anônimo disse…
SEBASTIÃO COTTA LIMA. Pessoal, este nosso antepassado que veio de Portugal ou mesmo dos Açores, foi um dos primeiros a produzir ferramentas agrícolas no Brasil, possuía uma forja catalã em sua fazenda e seu prazer era comprar escravos e lhes dar a liberdade. Não tolerava a covardia que a maioria dos senhores das fazendas praticavam contra os escravos e, quando sabia ou via alguma covardia, comprava o escravo e lhe dava a liberdade. A maioria dos escravos que ele comprava e dava a alforria, acabava por ficar nas proximidades de sua fazenda e o adoravam. Foi patrono de formandos do Caraça. São muitas histórias bonitas deste Cotta.
Anônimo disse…
Estive no norte da Itália por duas vezes, conheci praticamente toda a região da Lombardia (Milão, Mântova,etc) até Veneza e ainda Firenze e ví muitos COTTA, nomes de ruas, praças e, até onde estudei sobre os COTTA, eles saíram da Itália, precisamente com a expansão do IMPÉRIO ROMANO e quando invadiram toda a Europa, se instalaram em Portugal, chegando a posto muito importantes no governo, ascendendo à nobreza e entrando na Família Real Portuguesa, pois ao que sei, Dom Pedro I também assina COTTA, dentre os mais de vinte ou trinta nomes de família que ele tinha.
Anônimo disse…
Carlos, conheço todo mundo de Sem Peixe, advoguei para muitas pessoas de lá, tenho muitos amigos e parentes em Sem Peixe. Minha mãe é prima de Dedé Basílio, Nonô e Geraldo Basílio. Dona Nãna Nascimento, viúva de Dedé Basílio é como se fosse minha Tia. Devo conhecer seus familiares de Sem Peixe. Sebastião Cotta Lima.
Carlos Cotta disse…
Sebastião, nossas origens são as mesmas. Nasci em Sem Peixe. Tenho até uma poesia dele aí, acho que coloquei no blog.
Abçs
Carlos Alberto Cotta
Carlos Cotta disse…
Dedé Basílio é meu avô. A vózinha Nãna é nosso baluarte. Sou filho da Matildes, que já faleceu.
Abçs
Carlos Cotta disse…
A respeito da orígem do nome. Publiquei recentemente em meu blog, um artigo em que CÍCERO, num debate no Senado Romano, contrapões a um COTTA, está em seu livro.
CArlos Cotta
Carlos Cotta disse…
Estive no Caraça por diversas vezes. Vamos fazer um levantamento e tornar público estas informações.
Carlos Cotta
Anônimo disse…
Carlos, tem a família COTTA aqui em Sete Lagoas, Cachoeira da Prata e Fortuna de Minas também. Morei 10 anos na França (Paris) e lá também tem COTTA, Anne Cotta é uma das jornalistas mais conhecida da TF1. Abçs Eduardo Cotta
Anônimo disse…
Eu faço parte desses Cotta's ? Será ?? OMG .. Curiosa aqui ;S
- JamineCotta
eyshila eloa disse…
também faço parte dessa história dos cottas....mas gostaria de ter mais informações sobre este sobrenome...boa noite a todos
Kezia Cotta disse…
Como é bom saber que não somos únicos nesse mundo....
Eu, meu irmão e meus pais,moramos em BH,
Mas nossa família é Toda de RIO CASCA, cidade próximo a Ponte Nova...
Bom fazer parte da família Cotta|Cota!
Quem sabe somos todos primos...
kkkkk
ABRAÇO!
Kezia, com certeza somos parentes.
Minha família é de Sem Peixe.
Meu Cotta é da mãe de meu avô.
Todos aí de Dom Silvério, Alvinópolis, Rio Piracicaba.
Bom nos encontrarmos aqui.
Abraços
Eduardo, você já leu o livro "A República" - Cícero rebate um Cotta no parlamento romano.
Abraços
Helder Cota disse…
O meu nome è Helder Cota vivo no alentejo em Portugal como veio o primeiro cota aqui parar?
Olá Helder.
Acho que o nome Cota é de origem italiana, por ter Cícero em seu livro "A República" no Senado romano em um debate, ter travado uma discussão com um Cotta.
Acredito que com a ocupação Romana de grande parte da Europa, inclusive Portugal,pode ter nascido aí a origem do Cota.
Abraços
Anônimo disse…
MINHA MÃE É DESCENTE DA FAMÍLIA COTTA DE DOM SILVÉRIO RESIDE EM BELO HORIZONTE, EM GOVERNADOR VALADARES TEMOS PARENTES, A FAZENDA "CATA PRETA HOJE PATRIMONIO HISTÓRICO DA CIDADE DE ALVINÓPOLIS PERTENCEU AO MEU BISAVÔ EU NASCI EM ALVINOPOLIS, CASO QUEIRA CONTACTAR VEJA FACEBOOK GUIOMAR SILVA
Anônimo disse…
sou da família cota de lagoa santa e sete lagoas somos muitos familiares. nascemos na fazenda do fidalgo em lagoa santa existe muitas historias.
Santa Helena disse…
Olá parentes, minha avó Virgínia Dias Cota,nascida em 1881 era procedente da freguesia de Santa Bárbara, situada na Ilha dos Açores, Portugal.Seus pais chegaram ao Brasil e ela veio no ventre de sua mãe D.Maria Cota.Vieram outros irmãos que depois de crescidos ficaram no Rio de Janeiro e sua mãe ficando viúva, deixou os filhos mais velhos e já estabelecidos no Rio e mudou-se para Minas Gerais com as duas filhas mais nova.Minha avó de casou com um mineiro que estudava no Rio e veio para Minas Gerais, especificamente para Sete Lagoas.Meu pai nasceu em 1919.Ele falava o português de forma errada, embora escrevesse certo, tal como "arriba", "entonce", "olvidar" "hermosa" ,"nostro" e muita coisa mais. Nós falávamos o português de nossa mãe e achávamos que o nosso pai e noss avó falavam errado. Só agora,depois de aprender espanhol, descobri que meu pai falava certo, todas as palavras que ele pronunciava errado para nós, são corretas em espanhol. Porém ele já faleceu há 24 anos. Se existe algum Cota de Santa Bárbara, que se apresente, eu gostaria muito de saber do paradeiro de um algum parente, vindo dessa freguesia. Moro em Sete Lagoas, Minas Gerais,cidade ainda pequena, 330 mil habitantes, estou a 60 km da Capital, Belo Horizonte.É bom descobrir que tenho sangue Europeu.Por diversas vezes já me fizeram essa pergunta. Abraços....Edina
Anônimo disse…
Oi me chamo Mariana Cota
Sou de Mariana mg,mais toda a minha família é de Ouro Preto mg.
Gostaria de saber qual a diferença do Cota e do Cotta.Alguns da minha família são com apenas um "T",e outros com dois.

Mariana, que bom encontrou aqui.
Eu sou desta região também, devemos ser todos da mesma linhagem.
Não há nenhuma diferença do Cota para o Cotta.
A única que existe na realidade é que ao falar o meu nome preciso toda vez falar que é com dois Ts.
Pelo que pesquisei a origem é única.
Dê uma lida em um post que coloquei, que fala do livro "A República" onde no prefácio, Cícero, relata um debate no parlamento romano, com um certo Cotta.
Acredito que a origem portuguesa do Cotta é italiana, e como dominavam a Europa através das conquistas, devem ter migrado para Portugal e lá para o Brasil.
Abraços
Anônimo disse…
meu nome é tercio almeida cotta filho de joaõ antonio cotta neto de joão baptista cotta.há em nova lima e em bh varios cottas.em mariana quando menino fui com meus pais a mariana onde conhecemos 2 tias do meu pai,que não sei o nome.uma delas era figura folclorica da cidade,e ganhava algum dinheiro tirando fotos com turistas,pois carregava um guarda chuva cheio de adereços.em mariana havia um monsenhor de sobrenome cotta que era tio do meu pai.
Anônimo disse…
Os Cotas são originários do norte de Itália e passaram à península Ibérica durante o período de ocupação romana.
Na época dos descobrimentos passaram à ilha da Madeira e dai aos Açores, mais especificamente à ilha Terceira (freguesias de Cinco Ribeiras, Santa Bárbara, Doze Ribeiras e Raminho).
Alguns participaram no povoamento do Brasil de vários estados do Brasil.
No período que antecedeu a primeira grande guerra emigraram alguns jovens desta família para o estado do Wyoming e Califórnia, estabelecendo-se no vale de San Joaquim nas zonas de Tulare, Hanford e Visalia onde ainda residem.
Janaina Cotta disse…
Sou "Cotta" e estudei o sobrenome por um tempo...a Italia reconhece o "Cotta" como sobrenome legítimo italiano e até aonde consegui levantar e pesquisar ele não tem origem em Portugal não...para quem tem curiosidade sobre a escrita com um "T" ou dois "TT" não há diferença, realmente a família e a origem é a mesma...o que fez com que o "Cota" chegasse a ter dois "TT" foram os casamentos dentro da família..cada um trazia o se "Cota" e os filhos eram registrados com dois, já que o pai e a mãe eram "Cota"...
Priscilla disse…
Meu pai é da familia Cotta, mas no Pará, alguém tem alguma informação da família no Pará?
Mônica Cotta disse…
Olá Sr Carlos Cotta

Meu nome é Mônica Cotta Teixeira e nasci em Belo Horizonte. Meu pai nasceu em Abre Campo e foi criado em Dom Silvério onde ainda tenho muitos parentes. O nome dele é João Cotta Teixeira, hoje já falecido. Há cerca de oito anos resido em São Paulo e não tenho nenhum contato com os Cotta. Fiquei animada ao saber que devo ter muitos parentes espalhados. Aqui, nunca ouvi esse sobrenome (rs) Procuro por parentes de sobrenome Cotta Pereira. Você sabe me dizer algo?
Fiquei feliz em te conhecer, mesmo sendo em foto. Um abraço...
Anônimo disse…
Olá, meu nome é Luiz Sylvio cotta Junior, se alguém souber a história sobre o "cotta" por favor entre em contato. Meu whatssap, 993038984
Anônimo disse…
Aki em são Paulo tem uma família cota bem numerosa,filhos do alanalgildo cota já falecido,deixou filhos e netos até bisneto
Edina, a minha família vem da região de Santa Bárbara em Minas Gerais. Dom Silvério, Alvinópolis. Acho que é da mesma linhagem portuguesa. Podería colocar os nomes dos pais e avós para a gente ir vendo se encaixa.
Abraços
Marcio Shiroma disse…
sou elaine cota será que tenho parentes?
big jonh disse…
Senhores, eu também sou da familia Cota, da qual me orgulho muito, embora, de tão grande, conheça ainda muito poucos.Seguindo a conversa de vcs,pude observar o comentário sobre o meu tataravô, o Capitão Manoel Pedro Cota, dono da fazenda da Alegria, hoje pertencente a Vale, inclusive tendo lá, toda história e documentos da época do capitão, que aliás, era muito amigo do Barão de Cocais, onde geralmente se encontravam em ocasiões festivas.Só sei que temos muita história pra contar, e é uma pena a gente estar um longe do outro. Sempre que pude, procurei meus parentes em várias cidades, e os tenho ainda hoje, as quais são: Sta Bárbara, Rio Piracicaba, João Monlevade, Alvinópolis, Ponte Nova, Catas Altas, Antonio Pereira, que aliás é onde o capitão chegou, e era dono de todas aquelas terras, dividindo com vários povoados da época. Conta-se que seu cavalo era ornamentado de ouro e brilhava ao sol.Tivemos também uma parente em Ouro preto, cujo nome não consegui me lembrar ainda, e ficou famosa pelo seu jeito tão estranho e bonito ao mesmo tempo de ser, inclusive lá existe ainda a casa que pertenceu a ela, e em sua época era considerada louca, e não estava nem aí.Finalmente me despeço feliz em ter ouvido muita coisa que já conhecia e que fiquei conhecendo. Deixo aqui, pra todos os Cottas o meu abraço, e deixo também meu email para contato: miguelarcanjocota@gmail.com Inté mais ver!
Bárbara Cotta disse…
Meu nome é Bárbara Cotta...
Meu avó nasceu em MG, mais precisamente em Ouro Preto. Depois foi morar em Volta Redonda e meu pai acabou nascendo lá.
Tenho muitos parentes espalhados por MG (Ouro Preto, Ouro Branco, Mariana) e alguns em Volta Redonda (RJ).
Boa Tarde, o meu Nome e Luis Cota, e sou natural e residente na freguesia de Santa Barbara da ilha terceira!!
gostei muito de encontrar esta informação aqui, gostaria de falar melhor consigo
meu e-mail luismfc1994@hotmail.com
bom dia Carlos, sou Geraldo Machado Cota Junior (1 "t"), filho de Geraldo Machado Cotta e neto de Joaquim Pedro Cotta. Meus pai e meu avô são naturais de Rio Piracicaba, MG. Gostaria de ter mais informações sobre a arvore genealógica da familía. Atualmente moro no estado de Santa Catarina, onde tenho um casal de filhos, os quais carregarão e ajudarão a dar continuidade ao sobrenome
Então devemos ser parentes também. Meu avô, Joaquim Pedro Cotta, era natural de Rio Piracicaba, MG, possuía a Fazenda da Escadinha na zona rural de Padre Pinto (Caxambu). Atualmente resido no estado de Santa Catarina
Carlos, tem algum e-mail para a gente manter contato? Moro em Santa Catarina e quero resgatar a história dos cotta meus antecpassados. Meu pai é natural de rio Piracicaba.

Geraldo Machado cota Junior
Helci Cotta disse…
Bom dia!.. Sou Helci Cotta. Sou do interior de São Paulo, Jaú.
Pelo que tenho conhecimento meus bisavos e avos são de Treviso na Italia.
Tenho muito interesse em conhecer mais sobre a estoria e origem do sobrenome
Carla Barros disse…
Boa noite, gostaria de saber se tenho algum parente na Itália pois meu avó e avô vieram de lá o nome dele era Luiz,Pereira cotta e Ana de Castro, minha mãe era umas das mais velhas e nasceu em 1927, por aí que devem ter chegado , ela nasceu em presidente prudente depois se mudaram para São Lourenço, queria saber se tenho parentes por lá meu nome é Carla cotta de barros
Rodrigo Cotta disse…
O sobrenome COTTA é 1 só!! Os mesmos Cottas de Portugal são os da Itália!Existe uma história de que um casal fugidos de seus pais foram para ilha dos açores,e dali saiu o nosso patriarca Cotta!!!
Rodrigo Cotta disse…
Sou da Cidade de Pedra Bonita,minha família vem de Bonsucesso-Abre Campo/MG.e É DA MESMA LINHAGEM PORTUGUESA!!!
Unknown disse…
meu nome e Marcia cotta , sou do rj será que eles são meus parentesco?
marcia cotta disse…
meu nome é marcia cotta, minha familia tem o sobre nome cotta queria saber se tenho parentesco akii minha origem? sou do rj.
Patrick Cotta disse…
Cotta com um T ou com dois Ts tem a mesma ligação?
Tenho dois
Patrick Cotta disse…
Tem Cotta aqui no Rio também.. Temos uma família muito boa por aqui
Unknown disse…
Marina Cotta,de belo horizonte,minha família vem de sete lagoas e cache irá da prata mg.Filhos de Pedro Cotta,que veio da Itália,em 1855.
Luiz Sylvio disse…
Olá meu nome é Luiz Sylvio cotta Jr gostaria de conhecer minha origem, sei que meus avós eram italianos
Anônimo disse…
Boa noite meu nome é Vinícius Bastos Cota. Somos todos de Matozinhos Minas Gerais, próximo de Sete Lagoas. Meu avô chamava Alcino Gonçalves Cota e seu pai Eduardo Cota. Será que é da mesma origem, não tenho muita informação, mas minha família Cota aqui é bem grande.
Unknown disse…
Eu também sou Cotta, filha de Getúlio Raphael Cotta e neta de Antônio Cotta de Belo Horizonte, raramente vejo esse sobrenome, sei que tem alguns em BH, mas acho que todos Cottas acabam sendo parentes será que não?
Itamar Junior disse…
Olá pessoal, me chamo Itamar de Assis, não carrego o sebronome Cota, mas tenho antepassados meu basavô era Pedro de Souza Barros, mas chamavam ele de Pedro de Cota, ele morava com suas esposas em Santa Maria da Boa VIsta, Peranbuco, ele nasceu por volta de 1900, era um fazendeiro muito rico e bem influente na região, minha vó me falou uma vez que chamavam ele assim por causa de sua mãe. Na verdade o que quero saber é se alguém aqui tem alguma informação sobre a historia da familia Cota em pernambuco ou no nordeste, se sim fico feliz se compartilhar comigo.
Meu email é: inaj@ecomp.poli.br
Luiz Cota disse…
Olá Cota's. A origem da familia Cota é do norte da Italia, proximo a Milão. Parte migrou para Açores, de onde vieram os que aqui no Brasil chegaram. Sou Cota, nascido em Itabira, pai de Alvinópolis, nascido em uma fazenda no Fonseca. Hoje vivo em SP, onde há Cota's vindo da Espanha. A maior parte de pessoas com o sobrenome vive hj nos EUA, tambem oriundos dos Açores. LuizCota
Tereza disse…
Olá, meu bisavô era Francisco Cota, só que pela informação que tive ele era de Corumandel-MG, ele extraia a materia prima do ferro e artesanalmente fabricava ferramentas agrícolas. Será que estamos falando da mesma família?
Anônimo disse…
Sebastião meu nome é Flávio Cota Coura. Também nasci em Rio Piracicaba e tenho muito interesse nos livro dos cotas onde encontrar?
eyshila eloa disse…
Eu sou da familia cotta

Postagens mais visitadas deste blog

José Antônio do Nascimento - Sem Peixe

Ioga sem roupa