Postagens

Mostrando postagens de Março 10, 2013

Na areia

Imagem
Só o mar.
Só no mar.
Só, no mar.Só no mar há gaivotas.
Só, no mar há gaivotas.Só o mar a água é salgada.
Só, o mar, a água é salgada.O mar, habitat da maior presença de seres vivos da terra.
O mar, de ondas e sem fim.
O mar, de água salgada e águas vivas.O mar que surfa nos desejos e sonhos dos namorados.
O mar que de onda em onda surfam heróis e bandidos.O mar de água salgada e areias, sereias.
O mar que da areia o amor se esfola, esnoba e vira curumin.O mar tupy, guarany, curumin.
O marcurumin, aqi Caiçara.

Mas e o amor, o mato, Matinhos

Imagem
Pelas belas ondas da vida.
Pelas ondas que a vida leva.
Surfando no amor da família.
Na milha que a bela desejou.
Pelos troncos dos caminhos.
No caminho de novas pegadas.
No mar, na lua, no céu, no mato.
No canto, que o canto do canarinho em sinfonia com as ondas.
No gorgear do sabiá que sabia que um dia eu viria.Nas flores lindas, brancas, amarelas e roxas dos ipês.
No jeitinho do canto, do manto, no matinho.
Quero viver feliz, como se diz, quem diz, que temos de ser feliz.
Bem no canto, sem o pranto sobre o manto, quero ser feliz.
Ao som batido das ondas que não param de bater, ao fundo deste novo mundo.
Feito peito e criança quero dançar esta dança.Sob chuva, que desnuda meus sentimentos.
Sob sol, que esquenta e acalenta o canto do meu canto.
Sob o cheiro de marezia, quero o amor que anestesia.
Sob os braços que me aquecem e me fazem botão de rosas vefmelhas, pendulos de lírio, meu delírio.
Que delírio.