Postagens

Mostrando postagens de Junho 21, 2009

L!NET relembra racismo no Olímpico

Ofensas geraram prisão no jogo contra o GoiásLANCEPRESS!Em meio à polêmica criada entre Maxi López e Elicarlos, por supostas ofensas racistas do argentino, o LANCENET! lembra que há poucos dias, algo parecido aconteceu no Olímpico, na partida entre Grêmio e Goiás, só que entre torcedores.Em uma discussão entre dois torcedores do Grêmio, um deles fez ofensas racistas. O outro chamou a polícia, e a prisão foi feita em flagrante.O torcedor foi levado ao Juizado Especial Criminal, que funciona no Olímpico e no Beira-Rio em dias de jogos. O juiz, porém, considerou que casos de racismo são de vulto maior e o agressor foi levado para a 2ª. Delegacia de Polícia.Os juizados dos dois estádios costumam receber casos de posse de drogas e de agressões físicas - e julgam na hora. Caso de racismo, esse foi o primeiro.No ano passado, uma cena de racismo explícito - bem mais grave - se verificou perto do Olímpico, depois de um jogo: integrante da organizada Geral do Grêmio deu um tiro na cabeça de um …

Polícia abre inquérito para apurar acusação de racismo (25/06)

Imagem
A Polícia Civil de Minas Gerais instaurou nesta quinta-feira um inquérito para apurar a acusação de racismo feita pelo volante Elicarlos, do Cruzeiro, contra o atacante argentino Maxi López, do Grêmio, durante a primeira partida entre os dois times na noite de quarta, no Mineirão, pela semifinal da Libertadores.Após a vitória cruzeirense por 3 a 1, já na madrugada desta quinta-feira, Elicarlos registrou ocorrência na delegacia de plantão do próprio estádio, afirmando que foi ofendido por Maxi López, que o teria chamado de "macaco" aos 25 minutos do primeiro tempo do jogo. O inquérito foi instaurado pela 16ª DP da capital mineira.Aos delegados de plantão no Mineirão, Maxi López negou a ofensa. Em nota divulgada nesta quinta-feira pela Polícia Civil, o delegado Daniel Barcelos alegou que não foi lavrado flagrante "por se tratar de denúncia verbal, verificando-se contradição e parcialidade nos depoimentos dos jogadores (testemunhas) de ambos os times".O caso, porém, r…

Wagner desmente Maxi López e diz ter ouvido ofensa racista (25/06)

Imagem
Wagner desmente Maxi López e diz ter ouvido ofensa racista (25/06)
O armador Wagner contrariou as explicações de Maxi Lopes, e foi enfático ao dizer que o argentino chamou o volante celeste Elicarlos de “macaco” durante a partida dessa quarta-feira, entre Cruzeiro e Grêmio, pelas semifinais da Copa Libertadores da América. Maxi, por sua vez, negou a atitude racista tanto no depoimento dado na delegacia do Mineirão, quanto na entrevista concedida nesta quinta, em Porto Alegre.

“Ele tem que ser homem de falar que chamou mesmo. Não tinha porque eu partir para cima se ele não tivesse dito isso. Acho que, quando a gente erra, todo homem que é homem vai lá e dá a cara para bater. Ele errou e tem que ser homem para assumir. Ele veio para o Brasil, é um jogador de fora, todo mundo respeita. Todo mundo aqui é trabalhador. Para mim, essa questão de racismo é crime e ele tem que pagar”, disparou Wagner.
http://www.superesportes.com.br/ed_esportes/003/template_esportes_003_127838.shtml

Maxi López se defende e nega que tenha sido racista (25/06)

Imagem
Maxi López se defende e nega que tenha sido racista (25/06)

Os inúmeros gols perdidos e os três gols sofridos pelo Grêmio na derrota por 3 a 1 para o Cruzeiro ficaram relegados a um papel muito pequeno. A importância da partida dentro das quatro linhas foi perdida assim que o árbitro decretou o fim do duelo. Os assuntos sobre o jogo circulam, invariavelmente, sobre um possível ato de racismo do atacante Maxi López com o cruzeirense Elicarlos.O volante do clube mineiro afirmou ao final do confronto pela semifinal da Libertadores que foi chamado de macaco pelo argentino. Após muita confusão na saída do elenco Tricolor do Mineirão, a tarde de quinta-feira teve ânimos mais amenos no Olímpico. Após não falar no desembarque do elenco, Maxi concedeu entrevista coletiva no final da tarde na sala de imprensa do estádio gremista e deu sua versão do ocorrido, desta vez com mais calma.




http://www.superesportes.com.br/ed_esportes/003/template_esportes_003_127828.shtml

Os Aloprados do Beto Richa

Imagem
Gravação tucana teria omitido denúncias contra a prefeitura
Rodrigo Oriente, apontado como o responsável pelo divulgação do vídeo do Comitê LealdadePublicado em 23/06/2009 | KARLOS KOLHBACH
Identificado pela coordenação da campanha de reeleição de Beto Richa (PSDB) como sendo o autor do vídeo que mostra ex-candidatos a vereador do PRTB recebendo dinheiro após desistirem da candidatura, o ex-integrante do Comitê Lealdade Rodrigo Oriente aceitou ontem falar com a reportagem da Gazeta do Povo. Numa conversa de pouco mais de uma hora, Oriente, que também é ex-servidor municipal, afirmou que as imagens gravadas que foram exibidas no programa Fantástico e usadas como base da reportagem da Gazeta publicada no domingo não foram feitas por ele, e sim por Alexandre Gardolinski, coordenador do Comitê Lealdade do PRTB, de apoio a Richa.Oriente nega a versão apresentada ontem pelo coordenador jurídico da campanha de Richa, Ivan Bonilha, e pelo coordenador financeiro, Fernando Ghignone, de que ele é …