Silas Rondeau será denunciado; governo escolherá outro ministro

ANDRÉA MICHAEL
da Folha de S.Paulo, em Itaipava (RJ)

O Ministério Público Federal denunciará ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) o ex-ministro das Minas e Energia Silas Rondeau por suposta prática de crimes relacionados à Operação Navalha --que revelou um esquema de fraude em licitações públicas comandadas pelo empreiteiro Zuleido Veras.

20.mai.2007/Folha Imagem
Rondeu, incluído na denúncia da PGR ao STJ, afasta possibilidade dele retornar ao governo
Rondeu, incluído na denúncia da PGR ao STJ, afasta possibilidade dele retornar ao governo

Rondeau deixou o ministério em maio. Tinha o compromisso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de retornar se ficasse de fora do rol de denunciados. Tal possibilidade está descartada. O PMDB terá de indicar outro nome ao cargo.

Pesa contra o ex-ministro das Minas e Energia, conforme investigação da Polícia Federal, a suspeita de ter recebido um pagamento de propina de R$ 100 mil de Zuleido Veras, dono da construtora Gautama.

O dinheiro seria a contrapartida pela liberação de aditivos a contratos firmados pela Cepisa, a estatal de energia do Piauí, que teriam beneficiado a empreiteira.

A conduta de Rondeau, descrita pela PF, configuraria em tese prática do crime de corrupção passiva.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u350124.shtml

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Família Cota, Cotta, sua origem

José Antônio do Nascimento - Sem Peixe

José Antônio do Nascimento o "Patriota"